Anúncio

A classe artística é uma das mais afetadas pela pandemia. Em Avaré, a maioria vive uma situação delicada. Um dos apoiadores do setor que não será identificado, relatou algumas dificuldades. “Há artistas passando fome,  vendendo os instrumentos, acumulando dívidas, é inaceitável esse descaso.  Não inscrever nossa cidade em projetos governamentais? Nem isso?? Não adianta contratar 3 ou 4 artistas amigos e desconsiderar todos os outros”, questiona.

Ele se refere ao fato de Avaré não ter aderido ao programa #JuntosPelaCultura. A ampliação desse programa foi anunciada ontem e é uma parceria das Secretarias de Cultura e Economia Criativa e de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo. O Estado vai destinar R$ 10,6 milhões – valor 45% maior que os R$ 7,3 milhões de 2020, para beneficiar os artistas.

O #JuntosPela Cultura une poder público e segmentos artísticos com o objetivo de fomentar e difundir a cultura. Em 2021, as chamadas públicas passaram de oito para 12, sendo sete para municípios, quatro para artistas e uma para organizações.

De um total de 853 projetos selecionados, 524 foram apresentados por 161 Prefeituras, enquanto que outros 329 são de produtores culturais. Ao todo, o programa vai beneficiar 9,6 mil artistas neste ano. Para celebrar o sucesso da iniciativa, o Governo do Estado premiou 20 cidades com títulos de capitais culturais de São Paulo pela excelência na cena artística e importância dada ao setor pelas gestões municipais. Botucatu está na lista.

As cidades homenageadas são Bertioga, Franco da Rocha, Ilha Solteira, Itanhaém, Itapevi, Itapira, Mairiporã, Mirante do Paranapanema, Mogi das Cruzes, Piracicaba, Ribeirão Preto, Santa Fé do Sul, São Bento do Sapucaí, São João da Boa Vista, São José dos Campos, São Luís do Paraitinga, Serrana, Sete Barras e Ubatuba, além de Botucatu.

“O programa inovador #JuntosPelaCultura foi lançado em 2019 pelo Governador João Doria. Ele une o Governo do Estado de São Paulo às prefeituras pelo desenvolvimento da cultura em todas as regiões do estado com uma visão municipalista”, afirmou Sérgio Sá Leitão, Secretário da Cultura e Economia Criativa.

Todas as ações realizadas pelos municípios podem ser acessadas gratuitamente na plataforma de vídeo por demanda e de streaming #CulturaEmCasa e também no perfil @culturaemcasasp nas redes sociais.

O balanço das propostas recebidas em 2021 registrou 1.573 inscrições de prefeituras; 961 de artistas e 78 de organizações — estas em seu ano de estreia. Em 2020, foram 478 propostas de prefeituras e 687 de artistas.

É uma pena que Avaré não tenha participado desse importante projeto”, lamentou o ativista. Procurada pelo in Foco, a secretaria da pasta Isabel Cardoso, respondeu apenas que qualquer questionamento deve ser enviado por email.

[email protected]

Confira a lista de cidades com projetos beneficiados pelo #JuntosPelaCultura:

Américo Brasiliense, Apiaí, Araçatuba, Areias, Atibaia, Bariri, Barra do Chapéu, Barretos, Batatais, Bauru, Bernardino de Campos, Bertioga, Birigui, Biritiba-Mirim, Boituva, Bom Jesus dos Perdões, Bom Sucesso de Itararé, Botucatu, Bragança Paulista, Cabreúva, Caçapava, Caconde, Caieiras, Cajamar, Campinas, Campos do Jordão, Cananéia, Canitar, Capão Bonito, Caraguatatuba, Castilho, Catanduva, Cesário Lange, Colina, Cruzeiro, Cubatão, Elias Fausto, Embu, Franca, Francisco Morato, Franco da Rocha, Garça, Getulina, Guaíra, Guapiaçu, Guararapes, Guaratinguetá, Guarujá, Guarulhos, Hortolândia, Iguape, Ilha Comprida, Ilha Solteira, Indaiatuba, Iporanga, Ipuã, Irapuru, Itanhaém, Itaóca, Itapetininga, Itapeva, Itapevi, Itapira, Itaquaquecetuba, Itu, Jaboticabal, Jacareí, Jarinu, Joanópolis, Jundiaí, Lagoinha, Lençóis Paulista, Limeira, Lins, Lorena, Louveira, Lucélia, Mairiporã, Marília, Mauá, Miracatu, Mirante do Paranapanema, Mococa, Mogi Guaçu, Moji das Cruzes, Mongaguá, Monteiro Lobato, Nazaré Paulista, Novo Horizonte, Olímpia, Osasco, Ourinhos, Palestina, Palmital, Paraibuna, Parapuã, Parisi, Pedra Bela, Pedro de Toledo, Peruíbe, Pindamonhangaba, Piquete, Piracaia, Piracicaba, Piraju, Pirapora do Bom Jesus, Pirassununga, Porto Feliz, Potim, Pradópolis, Praia Grande Presidente Alves, Presidente Prudente, Promissão, Redenção da Serra, Reginópolis, Registro, Ribeirão Branco, Ribeirão Grande, Ribeirão Preto, Rio Claro, Salesópolis, Salto de Pirapora, Santa Bárbara d’Oeste, Santa Cruz das Palmeiras, Santa Fé do Sul, Santa Gertrudes, Santa Isabel, Santa Rita do Passa Quatro, Santa Rosa de Viterbo, Santana de Parnaíba, Santo André, Santos, São Bento do Sapucaí, São Bernardo do Campo, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Pardo, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Luís do Paraitinga, São Miguel Arcanjo, São Pedro, São Roque, São Sebastião, São Vicente, Serrana, Sertãozinho, Sete Barras, Silveiras, Suzano, Taguaí, Taquaritinga, Tatuí, Taubaté, Ubarana, Ubatuba, Várzea Paulista, Vinhedo, Votorantim e Votuporanga.

 

Fonte: Governo do Estado de São Paulo