Anúncio

 

Atualmente, as caixas de e-mail estão sempre lotadas. Afinal, quem – em tempos de WhatsApp – lê mensagens no e-mail. Mas e se você receber no futuro uma mensagem do passado? Sim, isso é possível há tempos, mas é pouco divulgado. O site FutureMe.org rompe as barreiras do espaço e tempo ao permitir que e-mails sejam enviados para datas futuras, gratuitamente.

A página, de layout simples, traz um formulário onde é possível escrever uma carta digital a si mesmo e agendar seu envio para datas posteriores. A programação sugere que o e-mail seja entregue em um ano, contudo o visitante é capaz de registrar mensagem até 2061. No lado esquerdo da home, a seção “Public (butanonymous)” traz textos publicados por usuários e que já foram entregues nas suas respectivas datas.

Para ter o e-mail postado neste espaço, o internauta precisa selecionar a opção “Public” – logo abaixo da data de envio – e tomar cuidado com referências a nomes de pessoas ou dados sigilosos como senhas, números de telefone etc. Também é possível enviar uma mensagem no futuro para outra pessoa, desde que o log in no site tenha sido efetuado.

O empresário Matt Sly, criou o conceito do FutureMe.org em 2002 e se juntou a Jay Patrikios, para colocar a ideia em prática. “Queremos que as pessoas pensem sobre seu futuro, definindo seus objetivos, sonhos e esperanças”, afirma Sly. “Estamos tentando facilitar algumas questões existenciais importantes”. As mensagens seguem duas tendências: avisar o internauta do futuro o que ele estava fazendo no passado ou perguntar se ele já cumpriu seus objetivos.

Nesta mesma linha de enviar mensagens no futuro estão os sites myLastEmail.com or LastWishes.com. A diferença destas páginas para a FutureMe.org é o fato de elas enviarem mensagens para parentes e amigos do internauta, depois de sua morte. O interessado deixa as mensagens prontas, com sua última mensagem para os entes queridos. Mais de um milhão de pessoas já enviaram mensagens para o futuro! Depois de escrever a mensagem é possível escolher a opção de tornar esse texto público. Em 2006, a editora F + W publicou um livro com 200 cartas públicas mais interessantes que foram remetidas para o futuro.

J.K. Rowling, Stephen King e Stan Lee são apenas alguns dos gênios da literatura moderna que têm o hábito de escrever bilhetinhos e cartas para si mesmos, e graças à internet a partir de agora qualquer pessoa pode se igualar a eles ao menos nesse quesito. Como? Basta acessar o site futureme.org, que voltou a render notícias recentemente depois de ser redescoberto por usuários do Twitter.

Rowling e companhia não tem o costume visto como bizarro por alguns à toa, já que uma pesquisa da Universityof Houston (Estados Unidos) publicada em 2014 revelou que quem costuma se corresponder consigo mesmo pode ter vários benefícios ao longo da vida, como menores níveis de estresse, uma visão mais positiva do mundo e, em algunscasos, até uma melhora clínica em certos problemas de saúde. Bora deixar cartas para o futuro? É só acessar: https://www.futureme.org

 

 

(Fontes Anderson Antunes, Glamurana, Folha Uol e Techtudo)