Anúncio

Um boletim de ocorrência divulgado agora a pouco pela Polícia Civil revelou alguns detalhes sobre a tentativa de feminicídio ocorrida na manhã de hoje e que chocou Avaré.

De acordo com o BO, a vítima – M.L. de 43 anos – é diarista e estava em frente ao trabalho quando o crime ocorreu. Ela confirmou à polícia que o agressor é seu ex-marido, A.O.M. de 39 anos.

A mulher contou aos policiais que seu ex-marido  já estava nas proximidades e escondido, pois não viu seu carro ou o mesmo, quando ele apareceu e pediu para reatar o relacionamento.

A vítima foi casada com o agressor por 20 anos e tiveram três filhas, que moram com a mãe. Faz 30 dias que o casal está separado por causa de agressões morais e psicológicas. A mulher contou que “não tinha coragem de vir à delegacia contar sua história, com medo de acontecer coisa pior”.

Como ela não concordou em reatar, ele passou a agredi-la com golpes de faca; no hospital, segundo a vítima, o médico cirurgião teriam sido 15 golpes. A vítima passou por cirurgia e passa bem, sem  risco de morte.

O agressor continua foragido. A polícia já o procurou em sua residência e fez contato com um tio, que não sabe de seu paradeiro.